PRAZER, UNION.

VOLTAR

Lubrificantes íntimos, ajudam ou atrapalham?

Não é segredo para ninguém: o sexo oferece inúmeros benefícios à saúde do homem e da mulher, além de ser fator importante para fortalecer a união entre o casal. E é exatamente pensando em usufruir de todos esses benefícios e maximizar o prazer que muita gente conta com a ajuda de lubrificantes íntimos.

O lubrificante íntimo é utilizado para fins sexuais normalmente quando a lubrificação natural é deficiente ou inexistente. Mas para algumas mulheres e homens o uso do lubrificante tem se tornado um componente chave para o conforto íntimo, deixando o sexo ainda mais prazeroso.  Seu uso diminui o atrito e evita lesões ou ardências durante a fricção do ato sexual. Com isso, naturalmente, o sexo torna-se mais agradável para o casal.

Porém, é verdade que o uso de lubrificantes íntimos ainda gera muitas dúvidas entre homens e mulheres. Quais são os diferentes tipos de produtos existentes? Como escolher um bom lubrificante íntimo? Essas são apenas algumas das dúvidas. Mas abaixo você confere as respostas para essas e outras questões sobre o assunto.

Diferentes tipos de lubrificantes íntimos
Atualmente, existem diversos tipos de lubrificantes, de acordo com a substância principal usada em sua formulação. Os principais são:

  • Lubrificantes à base de água: são hipoalergênicos (não causam alergias), não reagem com o látex da camisinha, não mancham tecidos e são fáceis de ser encontrados à venda. Porém, são menos espessos do que os outros lubrificantes íntimos.
  • Lubrificantes à base de silicone: não reagem com o látex. Entretanto, limpá-lo da pele é mais difícil (se comparado à limpeza dos lubrificantes à base de água) e, em algumas pessoas, a composição pode causar alergias.
  • Lubrificantes à base de óleo ou petróleo: são mais espessos que os lubrificantes à base de água e silicone. Por outro lado, são contraindicados, pois podem reagir com o material da camisinha e causar seu rompimento. Atualmente, estão praticamente extintos do mercado.

 

Nas suítes do Union existem produtinhos que aguçam a criatividade de todo casal, inclusive lubrificantes que provocam sensações diferenciadas que aquecem ou esfriam dependendo do tipo.

 

Mas por que usar lubrificantes?
Geralmente as mulheres demoram um pouco mais para se excitar do que os homens. Estima-se que eles demorem 2 ou 3 minutos para ficarem com o pênis ereto, enquanto as mulheres podem demorar cerca de 15 a 20 minutos para atingir a excitação. Por isso é superimportante investir bastante nas preliminares para que esse momento chegue espontaneamente. No caso do sexo anal, essa região é incapaz de produzir lubrificação natural adequada para o sexo, fazendo-se necessário o uso do lubrificante para reduzir o atrito, tornando o sexo mais confortável e evitando lesões.